Associação Sócio-Terapêutica de Almeida, IPSS

  • 3.JPG
  • 7.jpg
  • H.JPG
  • RevistaASTA_2016-Capa.jpg

Revista "Eu Amai a Ti"

Edição 3 - 2016

Revista "Eu Amai a Ti"

Edição 2 - 2015

Revista "Eu Amai a Ti"

Edição 1 - 2015

 

Livro "Uma Paisagem a Espera do Nosso Olhar"

Do dia 21 ao 27 de abril de 2014, decorreu aqui, nestas terras do Interior Beirão, uma semana dedicada ao estudo e observação da paisagem.

Cerca de 85 pessoas, de várias nacionalidades, percorreram os nossos caminhos, sentindo-os e vendo-os com outros olhos. Foi um olhar que nos levou a nós, que os habitamos, a descobrir inusitados recantos, cheiros, contornos e potencialidades que ainda não tínhamos vislumbrado.

Sementes ficaram, já as vemos. Queremos que não sequem, faremos os possíveis por isso.

Este livro regista apenas algumas impressóes e expressões desta Semana, para que muitos mais possam ter um vislumbre do que aqui vivemos e esperançámos.

Depois destes passos e olhares, esta nossa Paisagem, interior e exterior, não voltará a ser a mesma...

Maria José Dinis

 

Livro "Olhares Outros"

2 de outubro de 2006

Prefácio

Livro "Olhares Outros" - capaSão rostos, são vozes, são palavras. Comunicam connosco por caminhos abertos em cartas que não as suas mas que acatam pacificamente, não porque não pudesse haver outras, mas porque nem sempre as teremos sabido encontrar e reconhecer como tais.

Estas palavras, estas vozes, estes rostos têm topografias, modulações, ressonâncias distintas das comuns. Intuímo-las porque seria impossível que não existissem, mas o percurso a seguir para os encontros desejados parece ter sido traçado unicamente nas cartas do que denominamos normalidade, não nas sobreposições de palimpsestos que acabaram constituindo as identidades e as personalidades que esses rostos, vozes e palavras ansiosamente vêm expressando e neste livro uma vez mais se manifestam.

 

Livro "Olhares Outros" - contra-capa

Um preceito clássico diz que “quem o artista quiser conhecer, pelo país do artista terá de viajar”. A intenção da citação é clara. Coloquemos no lugar do artista qualquer destes rostos e imediatamente compreenderemos que é pelo país deles que temos de viajar, e, se possível, sem outras cartas que não sejam as suas próprias. Creio que esse objectivo é um dos motores do trabalho que ASTA vem realizando. Por isso e por todo o resto merece não só as nossas felicitações, mas também a nossa gratidão.

José Saramago

Encomende Já

 

Se pretender obter informações ou encomendar este livro, contacte-nos.

Lançamento do livro na comunicação social ...